História

As questões do insucesso escolar, em particular na disciplina de Matemática, estão na ordem do dia. Conhecer as suas causas e encontrar formas de as combater é uma prioridade em todos os graus de ensino.

Pensas

Foi com base nesta perspectiva que em 2003 nasceu em Moçambique, por iniciativa do Projecto Matemática Ensino da Universidade de Aveiro, antes do Projecto Pensas, a EQUAmat@moz, uma competição nacional de Matemática que utiliza as ferramentas informáticas existentes e adapta os conteúdos ao programa escolar moçambicano. Posteriormente, esta competição foi integrada no Pensas – com o apoio do Ministério da Educação Moçambicano, da Cooperação Portuguesa e da Universidade de Aveiro. Ano após ano, o Projecto Pensas realizou, em articulação com o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Ministério da Educação de Moçambique, as Competições Nacionais de Ciência em Moçambique, uma iniciativa que permite aos alunos de todo o país competirem usando a rede informática instalada. Com o fim do financiamento do Projecto Pensas, em 2013, a EquaMat@moz deixa de estar no ar!

Mas a geração que viveu esta iniciativa nunca a esqueceu!

E eis que surgem, este ano, novamente as Competições Nacionais de Ciência numa iniciativa da Osuwela, do Programa Criando o Cientista Moçambicano do Amanhã (MCTESTP), Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano e financiado pelo Banco Mundial.

A plataforma EDU@moz foi totalmente remodelada e está mais simples de usar e totalmente dirigida ao aluno. Neste momento suporta as competições EquaMat@moz (Matemática), a Fis@moz (Física) e a InformaTICs (Informática).

O espírito, esse, é o mesmo – jogar para aprender!

Exploram-se as áreas de STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática) de forma lúdica, o que torna as disciplinas mais atraentes, permitindo formar alunos participativos, críticos e confiantes no modo como lidam com estas matérias.

A exigência, e a preocupação com a inclusão de todos os alunos, a criação de uma mentalidade que valorize o esforço e respeite os ritmos de aprendizagem dos alunos são os objectivos que estão por detrás desta competição, permitindo uma aprendizagem mais atractiva e interactiva das matérias leccionadas.

Também se pretende difundir o uso da Internet como ferramenta de aprendizagem e a utilização dos meios de comunicação disponíveis, já que agora todos devem usar o e-mail para aceder à plataforma EDUmoz.